top of page

PLANTIO DA ÁRVORE DO SABER

Combinando educação e meio ambiente, o plantio da Árvore do Saber simboliza o compromisso da empresa com a disseminação do conhecimento


O dia 21 de setembro é uma oportunidade de reflexão sobre a atitude humana em relação a essa importante riqueza natural e foi, justamente, a proposta da empresa para a data. Muito mais do que o ato simbólico de plantar árvores, as comemorações da data foram encaradas como um momento de conscientização, sobre o quanto pequenos atos afetam as gerações futuras. Por isso mesmo, foi com elas que a ação começou.


Cinco instituições foram selecionadas para participar do plantio da Árvore do Saber, repleto de simbolismos. Segundo Descartes, a “Árvore do Saber” é a unificação do conhecimento: “Um perfeito conhecimento de todas as coisas que o homem pode saber, tanto para a conduta da sua vida como para a conservação de sua saúde e a invenção de todas as artes”.


A cada encontro, a equipe falou com as crianças, em termos simples, sobre todos os cuidados que a empresa adota para produzir açúcar, etanol e energia elétrica, respeitando o meio ambiente. Foram citados o reuso da água, o cuidado com a preservação das matas ciliares e o viveiro de árvores nativas, que produziu a muda que eles estavam plantando.


Para oferecer um ponto de vista diferenciado, a equipe de Comunicação e Marketing da empresa convidou a voluntária Bárbara Ferreira de Menezes Cardoso, bacharel em direito e uma apaixonada pelos temas ambientais, para fazer um bate-papo com as crianças de 7 a 10 anos. Para eles, a dinâmica foi comparar cada aluno aos seus heróis favoritos e explicar que cada pequena atitude conta para salvar o planeta. Em sua analogia, todos podem ser super-heróis da sustentabilidade.


“As crianças são os super-heróis do planeta, porque são a semente do futuro (...). Quando você cuida de uma árvore, você está cuidando do planeta. Quando você planta uma árvore, você está produzindo pelo planeta." - Bárbara Menezes


Para os alunos um pouquinho maiores, entre 10 e 12 anos, a conversa foi direto com os membros do Comitê Ambiental, um grupo interno de colaboradores envolvidos com ações nessa temática, falando de preservação ambiental e reciclagem.



Em todas as atividades, foi o grupo que também orientou sobre os cuidados com a muda adotada. Assim, os alunos da instituição receberam a responsabilidade de cuidar dessa árvore, para que ela cresça, floresça e assim como o aprendizado, finque firmes raízes para se desenvolver.


"Fazer o plantio de uma muda é importante para sensibilizar as crianças sobre os benefícios de preservar árvores, ensina cuidado e respeito." - Josiane da Silva (Aux. Técnico Agronômico)

Para cada ambiente, uma árvore diferente



A primeira a participar da atividade foi a escola Escola Elza Miguel, em São Joaquim da Barra, que recebeu um Ipê Rosa. Recentemente, a empresa revitalizou a biblioteca da escola, oferecendo melhorias para instalações, mobiliário e acervo, oferecendo condições para que os professores continuem incentivando a adoção da leitura como prática cotidiana para os alunos.



A seguir, foram agraciadas as três participantes do projeto Educando para o Futuro: em São Joaquim da Barra, a Escola Creso Antônio Filetti, ganhou uma linda Sapucaia e a Escola Sylvio Torquato Junqueira, recebeu um pequeno Leucofilo. Em Guará, a escola Adelaide Garnica, recebeu um pé de acerola, acrescido ao seu pomar.


Para uma breve contextualização, o Educando para o Futuro foi o primeiro projeto na área de responsabilidade social adotado pela empresa, foi iniciado há mais de 20 anos e está em atividade até hoje. Começou com o ensino de informática visando a inclusão digital, evoluiu para diversos temas e, atualmente, oferece também aulas de iniciação musical, fruto de parceria com a ALMA – Academia Livre de Música e Artes.


“A comemoração ao Dia da Árvore foi trazida de forma lúdica, fortalecendo o aprendizado das crianças e facilitando a memorização das mensagens. Agradecemos a Usina Alta Mogiana pelas ações que sempre traz aos nossos alunos, enriquecendo o conhecimento. " - Silvana Silva – diretora da escola Adelaide Garnica




A última, entre as cinco escolas, foi a José Renato Nogueira Ambrósio, em São José da Bela Vista, que também ganhou um Ipê Rosa. Nessa instituição de ensino, a empresa também colaborou com a revitalização da biblioteca e, em parceria com a Prefeitura Municipal, patrocina o projeto de Balé “Quem dança seus males espanta”, que atende 62 alunos.

“Foi muito importante para eles perceberem a necessidade de cuidar da árvore, da nossa fauna e da nossa flora. Eles se sentiram muito empolgados, inseridos no projeto de cuidar da natureza. Antes, eles fizeram atividades sobre o Dia da Árvore e vieram entendendo bem que tudo está interligado, que a natureza depende das árvores e que nós dependemos do cuidado com a natureza." - Érica Roberta Inácio Pegorin – professora da escola José Renato.

A árvore é um imponente símbolo da natureza e uma das mais importantes riquezas naturais, suas diversas espécies são fundamentais para a vida na Terra. Muito além de valorizar o próprio Dia da Árvore, propor reflexões sobre o respeito ambiental e promover a educação, fazem parte do arcabouço de ações que representam, fielmente, a responsabilidade socioambiental da Usina Alta Mogiana aplicada às comunidades.

672 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page