top of page

4ª Feira do Livro de Ipuã reviveu as histórias de Monteiro Lobato

Patrocinado pela Usina Alta Mogiana, evento homenageou o famoso autor brasileiro que, neste mês, completaria 141 anos




Com o propósito de viabilizar e, principalmente, facilitar o acesso à cultura e a educação na região em que está inserida, a Usina Alta Mogiana está apoiando a realização de um circuito de feiras literárias em parceria com a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto. O primeiro evento do ano foi a 4ª Feira do Livro de Ipuã, que aconteceu de 13 a 15 de abril, organizada pela Prefeitura Municipal da cidade e a Fundação do Livro e Leitura, com o patrocínio da empresa através da LIC - Lei de Incentivo à Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.


Beneficiando o público infantojuvenil e a formação de leitores, a grade de programação da Feira do Livro foi totalmente inspirada na vida e obra de Monteiro Lobato, o criador de clássicos como “O pica-pau amarelo”, “Reinações de Narizinho” e outros. Antes mesmo do evento começar, os alunos da educação infantil e ensino fundamental I, da cidade de Ipuã, já trabalharam suas obras em sala de aula através do projeto “Descobrindo Palavras”, idealizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto. O projeto também foi levado ao palco principal da Feira, por meio de contações de histórias baseadas nos livros de Monteiro Lobato e apresentações de dança e teatro executadas pelos próprios alunos.



Fotos cedidas pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto

O parque de exposições “Oswaldo Ribeiro de Mendonça” foi transformado com a criação de ambientes lúdicos e decorado com a mostra das atividades artísticas feitas pelos estudantes das escolas municipais. Além das contações de histórias, os três dias de Feira foram bastante movimentados com apresentação teatral, intervenções artísticas circenses, apresentação musical voltada ao público especial, sarau, oficina de livro desmontável, palestra, homenagens a autores locais, concerto da orquestra ALMA e shows, como o do renomado cantor e poeta Arnaldo Antunes. Os alunos de projetos sociais da cidade, como a Banda Marcial, também realizaram um belo espetáculo, para fechar o evento.


Fotos cedidas pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto

Como forma de incentivo à leitura, a Prefeitura Municipal ofereceu a todos os alunos do ensino municipal, estadual e privado um “Cheque-livro” no valor de R$ 20,00, para que pudessem adquirir livros nos estandes locais, vendidos por preços acessíveis. O espaço “Usina do Saber”, que remete ao nome da patrocinadora Usina Alta Mogiana, foi pensado para expor os livros patrocinados pela empresa, principalmente os infantojuvenis, e para oferecer um cantinho especial para a leitura – fazendo o maior sucesso entre as crianças.


Espaço "Usina do Saber" - cantinho especial para leitura


No dia 13 de abril, na abertura oficial da Feira, Vera Lúcia Martins Guedes, Gerente de Gestão de Pessoas, esteve presente, juntamente com autoridades municipais e a equipe da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto. Durante a cerimônia, ela declarou:

“Todo o evento foi preparado com muito carinho e cuidado, para todos vocês. Para a empresa, é uma alegria contribuir para a realização da Feira do Livro de Ipuã, não só por ser a cidade uma importante parceira de negócios da Usina Alta Mogiana, mas também por termos muitos colaboradores daqui, trabalhando conosco. Nós encontramos nas Feiras do Livro, na edição de livros e nos trabalhos realizados com crianças e jovens a oportunidade de compartilhar conhecimento, incentivar o pensamento crítico e de transformar a vida dessas pessoas". - Vera L. Martins Guedes (Gerente de Gestão de Pessoas)


Os representantes da Prefeitura Municipal de Ipuã também enalteceram o trabalho realizado em conjunto, para que a 4ª Feira do Livro da cidade fosse um sucesso.


“Esse é um momento muito importante em nosso município, essa é a segunda feira do livro de minha gestão, no primeiro ano de pandemia não realizamos o evento. Ficamos muito gratos por participar da organização e, principalmente, quero agradecer a Usina Alta Mogiana por investir em nosso município. É muito importante o que a Alta Mogiana faz, não apenas contratando pessoal de Ipuã, mas também incentivando a cultura, dando oportunidade para os nossos Jovens Aprendizes e vai revitalizar a nossa biblioteca municipal também. Quero agradecer a todo staff da educação, que trabalhou bastante para a realização desse evento tão bonito, não só as crianças precisam desse incentivo na área da cultura e educação, todos nós precisamos”. Ronywerton Marcelo Alves Pereira (Prefeito Municipal de Ipuã)

“A parceria com a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto foi um grande presente que ganhamos da Usina Alta Mogiana, veio para somar e transformou toda a estrutura da nossa Feira. Os alunos amaram o evento, o contato deles com os artistas e a entrega do “cheque-livro”, a oportunidade de comprar o próprio livro, dava para ver a alegria nos olhinhos deles”. - Fabiana de Oliveira Puga (Chefe de Divisão de Cultura da cidade de Ipuã)

Fotos cedidas pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto


No decorrer do evento, passaram pelo parque de exposições cerca de 6.850 pessoas e essa é somente a primeira feira literária promovida na região de Ribeirão Preto, em 2023. Ainda estão por vir, com o patrocínio da Alta Mogiana, as feiras de Guará, São Joaquim da Barra e Ribeirão Preto, repletas de atrações multiculturais, para toda família. Essa parceria público-privada é extremamente benéfica à sociedade e investir em atividades educativas como essas, de forma gratuita e democrática, promove conhecimento e enriquecimento cultural para a população.

678 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page